Nunca

Nunca fiz plano de futuro sobre dias memoráveis
Nunca arrumei a casa cantando, nem pulei de onde fosse alto
Nem impedí que colocassem fogo onde colocaram
Nunca fui amado por ela, por ela não

Nunca rí no inverno sem blusa
Nunca soube das formigas muita coisa
Nem pedí à vida que tivesse outros sons
Nunca fui amado por ela

Nunca fiz começar o almoço mais cedo
Nunca tive no desemprego, labuta
Nem quiz que me visse tão triste
Nunca fui amado

Nunca soube me expressar, o que não é bom
Nunca tive nos olhos verbos aconchegantes
Nem pude acreditar se era alguém
Nunca fui

Nunca esperei sem alegria o que me dava alegria em esperar
Nunca fui presidente de uma nação inteira
Nem disse à ela que estes versos eram dela
Nunca

Teles Maciel
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s