A mulher que me enche de esperança ( parte I )

à minha melhor amiga

I

A mulher que me enche de esperança
Não sei se sabe, mas é mulher e linda
Os ombros, os olhos, os pés, as reticências na conversa…
Mas não é sobre isso que quero falar

A mulher que me enche de esperança
Essa minha melhor amiga
Tem aquele verso que se esconde
Por trás do trabalho, da faculdade,
da linguagem, do dia que não acaba …
E eu posso ler esse verso
Porque estou sempre atento à ele

Essa mulher …
Como eu queria que ela soubesse
Que eu também escondo versos
Aguardando seu olhar atento
Ou minha coragem ser suficiente

As vezes meu dia e o espelho
A colocam tão próxima à mim
Que a poderia tocar
E quase não percebo que é ela
Quem tem me tocado todo tempo

Se eu tenho falado sobre esperança
Espero que ela não confunda
Porque ela sabe que já tive paixão
Mas que os dias nos mostram caminhos
Pontes a serem queimadas
E vidas… essas nunca são as mesmas

Talvez ela me veja como amigo
Eu que também sempre a vì como amiga
Não posso evitar de pensar
Nas cores, nas coisas, nos novos aniversários
Ou em cheiros
E no potencial de tudo isso
Sob um novo tipo de história
Em que é possível apostar
Com razão e emoção

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s