A Sombra

Sombra minhasombra
aquela que tinha
escura e fria
sem cor e nem vida

Seu traços incolores
repete os motores
com cores abstratas
meu corpo retratas

Minha vida espelhas
meu corpo refletes
de certa maneira
a noite a inverte

De manhã bem cedo
de certo aparece
a escrava minha
andando na linha

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s