Engolidor de donzelas

Meus olhos são engolidores de donzelas.
Enquanto elas menos esperam
já estão em meus sonhos,
digeridas por segundas intenções,
enquanto durar meu estoque de romance.

Jamais tive vontade de evitá-los,
pois de quereres não passam,
devido a um forte escudo
que tenho em meus braços.

Escudo este que me protege de dar de cara
com aquilo que não quero: A verdade…
De não poder amar a quem eu quero,
de almejar mais do que posso,
da vontade de derreter-me em seus ventres
e sugar toda sua vitalidade
após uma noite de felicidade.

Mas voltando ao que sou,
esqueço meus planos,
para, quem sabe, uma donzela
arrisque-se a fugir de minha mente,
enfrente essa muralha que se chama timidez
e encontre no fundo do castelo
um vestígio de emoção.
Antes que acabe tornando-se pó
aquilo que eu jamais pude dar à alguém.

Anúncios

2 thoughts on “Engolidor de donzelas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s