Com ar pálido, meio acinzentado,
dei de cara com um estranho,
assim que no espelho, me olhei.

Num dia de sol desses,
o que faz meu corpo
chamar tanta a atenção?

Será febre, doença,
será rancor acumulado
ou eu que o esqueci?

E então um resmungo:
“A partir de hoje,
deixei de ser teu!”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s