O Vão.

Entre a igreja e a boemia
existe um vão.
Nesse vão não se vê insanidade,
nesse vão não se vê religião.

É provável que nesse vão
haja tristeza, medo,
incerteza talvez
e é nele que me encontro.

Longe da cegueira etílica
e dos que a pregam para o irmão,
mas perto de um ponto em comum
entre a destreza e a cética razão.

Anúncios

2 thoughts on “O Vão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s