Rimas de estrada

Ficar quando eu quero partir
Partir quando eu quero ficar
Meu coração é bicho da estrada
Que só se encanta com o mar
(E as vezes com uma mocinha
Que insiste em aqui passar)

Meu espírito é bicho selvagem
Dos que não se deixam domar
Pras mesquinharias da vida
Diz “Dá licença que eu vô passar!”

Quem fez esse Terra imensa
E fez esse tempo tão grande
Por que não fez um cantinho
Em que eu coubesse um instante?

Jota Teles

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s