Segure as minhas mãos, Natalia

Segure as minhas mãos, Natalia
Deixe que eu a guie
Por uma estrada
Onde só o amor
Conhece as curvas

De um modo tão íntimo
Que sobre o teu busto
As minhas mãos sejam tuas
Que sobre o meu rosto
As tuas mãos sejam minhas

Segure as minhas mãos, Natalia
Para que elas não voem
Senão por entre os teus cabelos
Para que elas não toquem
Senão o teu sorriso

Na beira da praia de mãos dadas
Que nossos dedos enlaçados
Contem dias dos namorados
E depois de todos os dedos contados
Que venham os anos
E estejamos, como hoje e sempre
Lado a lado

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s